Dojo

O Centro de Desenvolvimento de Ki estabeleceu-se em novembro de 2005 como nova sede do Ki-Aikido no Paraná. O nosso dojo está aberto a todos os interessados. Não há restrições de idade. Todos são bem vindos a praticar, seja qual momento for.

A) Ki-Aikido
É uma arte marcial japonesa cujo objetivo não é vencer o oponente, mas sim unificar mente-corpo por meio do estudo de que “a mente move o corpo” (princípio do Ki). O Ki-Aikido também conhecido como Shin Shin Toitsu Aikido, é um estilo de Aikido caracterizado por técnicas muito sutis e fluidas, com ênfase no desenvolvimento de Ki e foi desenvolvido por Koichi Tohei. O Ki-Aikido busca a harmonia dos seres com uma energia universal chamada Ki, comum às práticas do Zen e do Yoga.
Ki é uma palavra japonesa de difícil tradução. É usada em diferentes expressões para significar “energia”, “espírito” ou “atenção”. Filosoficamente, ki é a energia vital presente no universo. Sob um ponto de vista ocidental, o ki pode ser entendido como um direcionamento mental da energia física sem tensão muscular. Koichi Tohei destaca a importância de desenvolver o ki tanto para o treinamento do Aikido como para a vida.

Por meio desta arte marcial contemporânea, vamos praticar a coordenação de mente e corpo. Aprenderemos como respeitar a força dos oponentes e como liderá-los com confiança. A prática física vai ajudar a entender a si mesmo e como interagir com os outros. O Ki-Aikido não é agressivo, mas é forte por meio do relaxamento.

B) Aiki e Consciência Corporal

Método educacional que nos leva a ficar conscientes de nossos padrões habituais de pensar e trabalhar o corpo, e como tais padrões interferem em nosso equilíbrio natural, alinhamento e nos princípios básicos de movimento e respiração. Ao utilizar as direções mentais propostas, tornamo-nos capazes de controlar conscientemente os padrões estabelecidos e percebidos como maus hábitos e assim implantar uma forma inteligente e eficaz de utilizar nosso corpo/mente.
O conteúdo das aulas é desenvolvido a partir de conceitos e princípios fundamentados na Técnica Alexander (educação somática) e Ki-Aikido.

C) Respiração de Ki (Ki no Kokyuho)

Existem vários métodos de respiração. Koichi Tohei, criou a respiração com corpo e mente unificados (respiração com todo o corpo), a qual chamou de respiração de ki. Podemos fazer a respiração de ki em várias posições; sentados em seiza, sentados em uma cadeira, deitados ou mesmo caminhando. O importante é termos uma boa oxigenação em todo o nosso corpo.

Benefícios:

  • Estimular o sistema imunológico (ativar o poder da vida e aumentar a resistência às doenças.
  • Relaxar mente e corpo (acalmando-os).
  • Ter boa circulação sanguínea em todo o corpo.
  • Tornar-se saudável e ter uma pele radiante.
  • Ser capaz de controlar suas emoções (eliminar o estresse).
  • Ter melhor qualidade de sono.

Desenvolvimento de  Ki

No Japão é chamado de shin shin toitsu dô. O caminho da unificação mente e corpo. Na metodologia desenvolvida por Koichi Tohei, aplicam-se quatro princípios básicos para unificação de ki:

  • Concentrar no ponto um.
  • Relaxar completamente.
  • Manter o peso embaixo.
  • Expandir Ki.

No desenvolvimento de Ki, procura-se manter a calma apesar de estar em movimento, assim como um pião em alta rotação se mantém aparentemente imóvel apesar de estar em movimento. Outro ponto é que só podemos ver claramente o reflexo das coisas em uma lagoa se as águas estiverem calmas, tranquilas e serenas. Assim acontece com a nossa mente. Se estiver agitada ou turva, não temos condições de identificar claramente as coisas que vemos.

O objetivo de Koichi Tohei era que todos no mundo tivessem uma vida brilhante e saudável.

D) Zazen

Zazen, ou sentar-se em Zen é o método de meditação utilizado no Budismo Zen. É o sentar-se completamente alerta, ou “apenas sentar-se” (“shikantaza”). “A palavra zen vem do termo sânscrito dhyāna, que denota o estado de concentração típico da prática meditativa. Na China esse termo foi transliterado como channa, e logo reduzido à sua forma mais curta, ch’an (禪). Daí para o coreano como sŏn (선), e finalmente para o japonês como zen.”[1]  No Japão o Zen teve grande influência nas artes, como a caligrafia (Shodo), os arranjos florais (Ikebana), na cerimonia do chá (Chanoyu), bem como nas artes marciais (Budô). No nosso dojo esta prática está sob a responsabilidade do monge budista Leonardo Kendô da escola Soto Zen Shu.

 
Gostou? Então compartilhe:
Spirallab